Como os clientes irão até você, em vez de você ficar correndo atrás dele?

Como os clientes irão até você, em vez de você ficar correndo atrás dele?

Compartilhe:

Se você acompanha nossas dicas por e-mail, já sabe como paramos aqui. Se você não acompanha, cadastre-se agora mesmo aqui no blog ficar por dentro de tudo que temos a dizer, passo a passo – acredite, tem ajudado fortemente muitos seguidores nossos 😉

Bom, voltando ao ponto, eu quero que você pense no seguinte. Não é horrível quando estamos em nossa casa, assistindo a um filme, por exemplo, ou então envolvidos em nossa rotina diária quando de repente, o telefone toca intensamente?

Você abandona o que está fazendo e fica chateado quando não passa de um operador querendo empurrar um novo cartão de crédito, ou perguntando se você deseja um novo pacote de telefonia. Você pode até estar precisando disso, mas definitivamente, não quer falar sobre isso naquele momento.

post16A

 

QUEM GOSTA DE COMERCIAL NO MEIO DO FILME?

A questão é: dificilmente gostamos de ser interrompidos ou bombardeados por ofertas, mesmo que pareçam irresistíveis. Simplesmente, não é o momento.

Mas quando saber que é o momento? Não é tão melhor quando o cliente nos procura exatamente quando precisa? É, com certeza, menos desgastante para ambas partes pois são 2 partes interessadas de forma espontânea.

O caso é: como ser lembrado pelo cliente neste momento?

Como fixar nossa marca na mente do consumidor e ser reconhecido como uma solução interessante para o que ele precisa?

Como o cliente poderá confiar no seu serviço se não o experimentou até então?



Bom, a boa notícia é que isso é possível. Não, não é a fortuna que pode estar imaginando que custe, nem nada mirabolante. Exigirá, sim, muita dedicação e um trabalho constante, mas que poderá render grandes frutos se arquitetado da forma correta.

 

ENTRE, POR FAVOR.

POST16E-INBOUND-MARKETING

Muito tem se falado sobre Inbound Marketing, ou “Marketing de Permissão”. Basicamente, trata-se de uma estratégia visando responder a possíveis demandas de seus clientes em vez de interrompê-los com propaganda que não tenha sido solicitada.

Essa é uma necessidade do Marketing pois a modernização dos novos tempos tem assegurado um poder inestimável ao consumidor: o poder de escolha.

Hoje, o consumidor pode assistir um filme sem comerciais, pode receber um e-mail e selecionar como “spam” para que não receba mais mensagens daquele remetente, pode registrar em um contato telefônico que não deseja mais ser importunado com ofertas e solicita a remoção de seus dados daquela lista.

Hoje, o consumidor tem poder para decidir se permite o contato daquela empresa, ou se bloqueia qualquer interrupção não autorizada.

Por isso, a forma de chegar até o consumidor evoluiu.

 

QUEM É O SEU PÚBLICO? SEJA LEGAL E O AJUDE!

POST16D-INBOUND-MARKETING

Seu público consome informação. E, com tantas opções disponíveis, seu público certamente possui senso crítico para filtrar conteúdo de qualidade no meio desse bombardeio de informações disponíveis. E, assim, temos o objetivo definido: fornecer conteúdo de qualidade para se destacar nesse cenário e atrair o seu público.

Então, você me pergunta: Como posso fazer isso? E respondo da forma que talvez você menos imagine: Ajude seu consumidor quando ele estiver precisando, e ele lembrará disso quando precisar de seus serviços.



E sabe como ajudar? Calma, você não terá que monitorar as necessidades e ficar a postos. Nada disso. É bem mais simples!

Pense em situações corriqueiras onde as pessoas precisam de algo no seu ramo de atuação. Como você pode ajudá-las? Aonde elas recorrerão informações?

Hoje, o mais comum é: opa, não sei o que é isso, vou jogar no Google! Certo?

Logo, a resposta mais natural é: esteja no Google!

Mas como ser relevante no Google?

Vamos supor que você é um confeiteiro e possui uma loja de doces. E, antes de virar um expert, errou algumas vezes a receita, custou a descobrir o ponto do brigadeiro ou perdeu o ponto de um punhado de bolos. Bom, será que muitas outras pessoas não estão passando pela mesma situação? Quando você é um expert na área, acumulou muitos conhecimentos. E esses conhecimentos são valiosos.

Você pode criar um blog com temas como “como não errar o ponto do bolo”, “como fazer um bolo gelado”, “como calcular o tamanho do bolo necessário de acordo com a quantidade de convidados”, “como combinar o recheio com a calda”, etc.

Você pode transformar as dicas mais quentes em um ebook, ou criar um canal com video-aulas sobre dicas valiosas nesse ramo. Além disso, poderá agendar seminários online (webnarios) ou oferecer uma consultoria gratuita via skype para os seguidores mais fiéis. Se você ainda não percebeu, repare que isso é o Inbound Marketing.

Isso consolidará uma audiência, garantindo sua reputação. É dessa forma que poderá promover sua marca e conquistar seguidores, que poderão se converter em clientes valiosos.

 

BOM, E O QUE EU FAÇO AGORA?

post16C-INBOUND-MARKETING

Por onde começar? Trace uma estratégia.



Comece com um blog, divulgue suas postagens nas redes sociais, sempre veiculando ao seu site (afinal, o seu site é o principal canal de apresentação da sua marca na web)

Além disso, vale notar que sua identidade visual é peça chave nesse contexto pois ajudará na fixação da marca. E, se estamos pensando a médio/longo prazo, a fixação precisa ser eficiente.

Você deve fornecer informações realmente importantes, que realmente ajudem, para que sejam lembradas como oportunas e, estrategicamente, estejam associadas à sua identidade visual, consagrando a sua marca.

 

DICAS FORTES, MARCA FORTE!

E por que investir num blog pode ser o grande pulo do gato?

Bom, pense no seguinte. Pense na principal palavra-chave vinculada ao seu segmento/site. Vamos supor: loja de sapatos. Coloque essa palavra no Google e observe quantos milhões de resultados aparecerão.

Lembre-se que o usuário dificilmente sai da 1a página de resultados. Logo, é fundamental pensar nas primeiras posições se deseja obter a atenção real dessa internauta.

Quais as suas chances de aparecer no topo?

Isso é muito difícil. Precisará de um bom tempo e alto investimento em otimização. Cada vez mais sites são criados, acirrando a concorrência por essas posições. E um dos fatores que influenciam é o tempo de existência. Há diversos sites há muitos anos sendo trabalhados para estar ali no topo.

Se você pesquisar , observará que quanto mais específica uma busca, mais fácil será pegar uma boa posição considerando que sua página estáestritamente relacionada com este conteúdo da busca.

Logo, acredito que ficou bem claro a força de uma boa postagem. Se você criar uma matéria “como cuidar de sapatos vermelhos” será mais fácil conquistar uma boa posição do que trabalhar apenas com “loja de sapato”. Tenha certeza de que a concorrência será menor e seu público-alvo será mais específico. Se você conseguir capturar o e-mail de quem acessou seu post por essa pesquisa, já saberá quem é o consumidor quente quando lançar uma coleção de sapatos vermelhos, certo?

Essa é a visão por trás de um investimento em bons posts.

Agora, mãos a obra!

Pesquise temas de interesse do seu público e alimente seu blog com matérias completas e relevantes, que poderão alcançar boas posições e ser encontradas por internautas que poderão se tornar fãs da sua marca.

post16B-INBOUND-MARKETING

 

Compartilhe:

Veja também: