Pesquisar
Close this search box.

Manual da Marca: Melhores Dicas e Alertas!

Manual da Marca: Melhores Dicas e Alertas!

Manual da Marca - Tudo o que você precisa saber

Compartilhe:

Manual da Marca, Manual de Identidade Visual ou Manual de Identidade Visual Corporativa  são termos utilizados para fazer referência a um documento técnico que relaciona todas as características e regras de utilização/aplicação de um logo desenvolvido para uma marca.

Agora, por que ter um manual da marca? Como deve ser o manual? Qual a finalidade e os cuidados a serem notados? O que acontece quando não se tem? Manual é realmente necessário? Tudo isso você confere no post abaixo!

O que é Manual da Marca?

Conforme indicamos no início desse post, o manual nada mais é do que um arquivo, normalmente em PDF, onde o profissional ou empresa que desenvolveu o logo lista as principais informações técnicas da arte criada, como: especificação da fonte, das cores, regras de aplicação, dentre outros.

É realmente necessário ter um Manual da Marca?

A resposta depende, normalmente, da demanda. Se você tem familiaridade com o mercado de Design Gráfico e se sente confortável em utilizar o logo, sem dificuldade, por exemplo, de identificar a tipografia usada, provavelmente o manual poderá ser dispensado por você.

Caso também se detenha a usar o logo no seu site e cartão de visita, sem a utilização da sua marca por outros, é possível que se atente ao manual apenas na 1a vez que recebê-lo para aquela leitura inicial de quem recebe um material pela primeira vez.

Agora, se qualquer outra pessoa for utilizar o seu logo, o manual é sempre bem-vindo.

Para que serve o Manual da Marca?

O principal sentido em ter um manual é, essencialmente, assegurar a aplicação profissional do logo.

Afinal, imagina se cada pessoa que usasse o seu logo fizesse isso da forma que julgasse mais interessante, podendo até mesmo modificá-lo – talvez até sem querer – usando uma fonte similar, mas não exatamente igual ao projeto aprovado.

O resultado seria uma distorção da sua identidade. E, quanto mais usuários a distorcerem, mais comprometida ficará a sua comunicação visual.

O sentido do manual é preservar as características da identidade, especificando exatamente as características técnicas.



Que tipo de informações devem ser apresentadas no Manual de Identidade Visual?

Não existe uma lei ou regra universal que responda a essa pergunta, mesmo porque os manuais costumam se adaptar, dentre outros aspectos, ao porte e demandas da marca.

Quem serão os envolvidos na manipulação da sua marca? Para esses usuários, quais são as informações mais relevantes para assegurar que utilizem corretamente a sua marca?

Trata-de uma marca global, uma franquia ou um pequeno negócio?

Algumas informações costumam ser bem usuais, conforme indicamos no tópico seguinte.

Principais dados presentes na maioria dos Manuais de Marca

Há manuais de marca com poucas páginas assim como há manuais constituídos de centenas de páginas.

Dependendo do objetivo e capilaridade da sua marca, poderá ser necessário um manual bastante detalhado ou uma listagem nais objetiva e simples adaptada à sua realidade,

Dentre os dados mais usuais presentes em manuais da marca, vale notar:

  • Tipografia
  • Especificação das cores
  • Versão da marca (vertical/horizontal)
  • Versão monocromática
  • Aplicação em fundos

Quer entender um pouco mais sobre eles?

Confira 😉

O que é tipografia?

De forma resumida, é a representação gráfica do nome da marca. A tipografia deve ser escolhida de acordo com o posicionamento pretendido pela marca a fim de estabelecer uma coerência com a sua personalidade.

Existem diversas famílias tipográficas e o manual pode especificar qual foi a fonte utilizada para que a mesma seja mantida, preservando a integridade da marca.

A que se refere especificação de cores?

A paleta de cores utilizadas na marca também é discriminada normalmente no manual para que se mantenha o mesmo jogo de cores, endossando a identidade visual da marca.



Aqui vale uma observação pertinente pois existem escalas de cores. Você já ouviu falar em CMYK e RGB? Enquanto a primeira diz respeito à escala destinada a impressão, a segundo diz respeito ao correspondente digital.

Isso porque as cores visualizadas na tela digital nem sempre podem ser obtidas numa impressão. O uso da escala CMYK permite que você visualize a cor mais próxima possível ao que pode ser visto num impresso.

CMYK é referente às iniciais das cores Cian (ciano), Magenta (magenta), Yellow (amarelo) and Black (preto) – um padrão de quatro cores primárias que possibilitam ilimitadas variações, usado para impressão em papel haja visto que 4 cores de tinta geram uma qualidade final melhor do que apenas 3.

RGB corresponde às iniciais das 3 cores Red (vermelho), Green (verde) e Blue (azul), utilizado para exibição em monitores como tablets, computadores e smartphones.

Esta diferença de padrão resulta numa mesma imagem vista no monitor com tonalidade das cores diferemtes ao ser impressa. Alguns programas gráficos como o Corel Draw incorporam filtros, que tentam mostrar no monitor a imagem exatamente como será impressa.

Como se apresenta a versão da marca?

O logo pode ter sua posição alterada caso seja utilizado na horizontal ou na vertical. Essa apresentação busca indicar justamente como se dá a aplicação em cada um desses casos.

O que é versão monocromática?

Monocromático significa que a arte possui a mesma cor, porém em diferentes tons.

Também pode ser adotada para gerar o logo todo branco ou todo preto, por exemplo.

Ainda, também diz respeito ao logo todo cinza (escala de cinzas)

Como funciona aplicação em fundos?

Uma variação do tópico acima, a aplicação em fundo exibe simulações do logo por cima de diferentes cores, indicando a melhor variação para não comprometer a harmonia na composição.

O que fazer com o Manual da Marca?

Se você já recebeu os arquivos finais do seu logo com o manual da marca correspondente, guarde uma cópia. Faça um backup localmente e também na nuvem.

Seu logo não é necessariamente estático, mas sim poderá sofrer atualizações com o tempo. O importante é ter consigo a forma correta de utilizá-lo enquanto isso.

Por sinal, se você procura uma empresa para desenvolver o seu logo fornecendo o manual da marca, confira nossa oferta de criação de logomarcas.

Agora, se você quer mais conteúdos sobre identidade visual e como fazer o seu negócio prosperar na internet, assine nossa lista e receba as melhores dicas diretamente no seu email.

Compartilhe:

Veja também: